Erros atrás de erros...não vou errar mais!

Escrevo de olhos fechados

frases que vêm d’alma ferida...é assim a vida!
Lágrimas ditas em palavras tristes...verdadeiros túmulos...Doutra sorte!
O sopro longínquo do vento Norte
trará memórias gastas pelo tempo,
ausências sentidas,migalhas de pão....lágrimas vertidas em vão...
Sou uma parte de um todo…
sou o todo de uma parte…
sei quem sou…
mas não sei onde pertenço...
Tudo à minha volta ruiu e eu nem me apercebi.
Sinto-me exausto
e incapaz de continuar a suportar o peso do meu vazio…
do meu sofrimento silencioso.
Estou a morrer e ninguém percebe…
ninguém ouve os meus gritos asfixiados pela dor.
Então que morra.
O mundo habituou-se a explicações
que nunca serviram para coisa alguma.
Pouco ou nada sabem da voz do sangue,
algo que em mim começa a escassear…
Quero adormecer mas não quero acordar.
Tudo à minha volta ruiu e eu nem me apercebi.
Tudo à minha volta acabou,
menos o meu sofrimento…
e o que sinto por ti!
Não vou errar mais... não vou!
Magoei quem nunca queria magoar
e continuei a magoar...Porquê? Porquê?
Não existe desculpas que se possa dar.
A revolta fez me ainda errar mais e mais...
Não vou errar mais...
Vou acabar com esta revolta de uma vez por todas.
Se eu desaparecer,
não me leves a mal,
Ajudaste-me e eu não soube aproveitar.
Precisei de ti...
Eu nada sei nada aprendi
Nunca consegui ser o que eu queria
e fui o que não quis.
Tens razão... vou te deixar
Quero que sejas feliz...
Quero mesmo...
Será que para apagar tantos erros
terei que me apagar também
sem dizer adeus a ninguém?
Já que não posso repor o que fiz
que sejas tu... pelo menos feliz!

5 Desabafos:

Luisa Pinheiro disse...

Olá Moonwisher.
Achei extraordinario todos os seus os seus textos mas este deixou-me apreensiva. Por favor não desista. Contacte-me por favor: luisa.pinheiro22@gmail.com

Espelho meu disse...

Fico imensamente elogiada com a tua presença...Acredita que também admiro o teu blog e até a motivação para o escreveres, embora seja algo tão triste...

Relativamente a estes teus "erros", alerto-te, embora já o devas saber, que irás errar muitas mais vezes, mas com o tempo, a dor criará diferentes tonalidades...Fala alguém que tem uma bagagem cheia, não de erros, mas de aprendizagens que chegaram por meios menos acertados... :)

Não vale a pena apagarmo-nos por ninguém porque a nossa história é importante, porque é a nossa...Há-de haver quem te leia... :)
Só posso desejar que TU sejas feliz...*

Neuza Pereira disse...

"Saber a hora de desistir é tão importante quanto lutar por aquilo que se ama, é deixar de iludir a si mesmo!
Desista de tudo mas não de você!
Parabéns pelo Blog, parabéns pelas suas palavras.

Isabel (Belinha) disse...

Começa por vencer as trevas do medo...bom...estar vivo e mais nada! Aprecio especialmente os teus poemas, a tua forma encantadora de ser e de estar nas palavras.
Beijo muito grande meu querido.

Anjo Negro disse...

"...Estou a morrer e ninguém percebe…
ninguém ouve os meus gritos asfixiados pela dor.Então que morra..."

VIVE, SOFRE POR AMOR, JÁ QUE É SINAL QUE AMASTE, MAS VIVE ...

Beijos Anjo Negro