Domingo...

Caminhando pelas ruas
Neste domingo solarengo
Pensei na minha vida
Procurei algum sossego
*
Levanto os olhos e vejo o futuro
Limpo as gotas que escorrem pela cara
A dor de ontem já ficou para trás
A dor de hoje aos poucos sara
*
Entre sonhos, desejos e aprendizagem
Sinto temperada a minha personalidade
Sigo um futuro feito à minha imagem
Quero vivê-lo enquanto passo a idade
*
Sonhos leves como o pó no ar
Que me seguram à realidade
Não se atrevem a me passar
Apenas a ideia da felicidade
*
Desejos fortes e destemidos
Faz-me lembrar o recente passado
E de todos os momento vividos
recordo alguns com muito agrado
*
Aprendizagem acumulada
Em memória quase vazia
De uma paixão assolapada
Para fazer o que queria
*
E tudo o que vejo e sinto
Não é passado nem presente
É apenas um de muitos futuros
A que não sou indiferente

(Nunca é tarde para traçar novos caminhos, fazer novos projectos. Por muito que já tenhamos sofrido, por muito que tenhamos batido no fundo... é sempre boa altura para recomeçar... é o que estou a fazer...)

11 Desabafos:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Tens um belo poema, mas a tua parte final ja fora do poema, vale por tudo.

Grande abraço :)

izzie disse...

Algo me diz que tivemos um Domingo parecido...
Dentro de nós o gelo quebrou... será?
Brindemos aos novos começos ou pelo menos À vontade deles :)

Beijo grande,

Milésimo disse...

Recomeçar... Refazer... Renascer...
É o que tento fazer todos os dias para que o seguinte seja melhor que o anterior, para não errar onde já errei, sempre em busca da felicidade.
Às vezes tento pensar mais em mim mas não consigo e sei que tu és igual.
Valerá a pena sacrificarmo-nos pelos outros?
Eu tenho um filho e sacrifico-me por ele e o recomeçar o refazer e o renascer passa por ter de me afastar dele e eu sei que me entendes.
Quanto ao poema, está lindo como sempre.
Dou-te toda a força do mundo para que encontres aquilo que procuras.

Um abraço de amigo

Avassaladora disse...

Há uma latente sídrome de domingo...rs

Todos ficam mais melancólicos!

Claro que nunca é tarde para recomeçar...
Enquanto estivermos vivos, recomeçaremos sempre!!!

Beijo avassalador!

Uma linda semana para ti!

Raio de Luar disse...

Como te entendo, aliás, acho que passamos por uma situação semelhante... agora temos de encarar o futuro e sorrir. Falta-me só o ultimo choro, falta-me um domingo como o teu, para me libertar de vez deste sofrimento ( que aos poucos vai desaparecendo).

O amanha será melhor :)

Beijokas

najla disse...

Então, meu querido, agarra-te a essa vontade e continua o caminho novo que traçaste! Mesmo que agora estejas sozinho, mesmo que por vezes possas te julgar um pouco perdido, mas é o teu caminho, um novo...que muitos não tem a oportunidade de ter!
Por isso vive. Vive muito!

beijos

Anjo Negro disse...

E não estás sozinho nesse caminho, caminhamos lado a lado ...
Aviso já que sou teimosa, e a bom porto é meu entento levar-me ...
A vida é bela, a sério que é ...
Renascer dá nos uma nova palete de cores, sabores e sentimentos ...
Sozinho, não estás ...
O poema como sempre, está lindoooo!!
Beijos do teu Anjo Negro

sonhos/pesadelos disse...

quantas vezes páro na praia, fico a ver o mar e penso na vida? nos passos que dei, nos que dou, nos que devia ou não tomar, nos que queria ou não tomar, todos acarretam coisas boas e más e nos moldam, mas se não forem tomados morremos afogados na inexsitência,e deixamos de usar a maior capacidade que temos, a de sentir...
bjs endiabrados

O Profeta disse...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz




Boa semana

Angel disse...

Espero então que consigas ultrapassar todos os teus anseios.
Erguer a cabeça e conseguir ir em frente...olhando para trás e sorrir com as boas recordações.
Beijinhos

Paula Raposo disse...

É com imenso gosto que te visito pela 1ª vez!! Através do teu pai, meu ex colega do BPA e meu amigo há muitos anos. Beijinhos.