Momentos de solidão


Punhaladas de solidão
atravessam o meu coração.
Noites passadas
a vaguear pelas ruas,
imagens guardadas,
imagens nuas.
Amanheço sozinho
num qualquer recanto,
procuro o caminho
sem calar o meu pranto.
Ninguém me ouve…
Ninguém me vê…
Na minha vida a solidão entrou
sem saber porquê.
E no seu recanto poisou,
em horas amargas
na minha mente encontrou
lembranças cruas…
lembranças tuas,
que atravessam o meu coração
nestes momentos de solidão.


6 Desabafos:

gabyshiffer disse...

lindo poema!
Triste, mas lindo...
Que vc tenha um bom findi
Beijos na alma!

Por do sol disse...

MUITO BONITO!!!
SÓ QUEM AMA OU AMOU SENTE.

ASS: POR DO SOL

Espelho meu disse...

Fantástico, fantástico! :D

Na tristeza dessas palavras está a beleza da inspiração poética mais pura...

Beijinhos*

Roberta Albano disse...

lindo!
soa bastante como um desabafo mas bem

Paula Raposo disse...

Gostei desta solidão crua...beijinhos.

Anjo Negro disse...

O Poema é lindo ...
Mas ... Tu nunca estás sozinho, sabes disso!
Estamos aqui todos a ouvir-te, ler-te ...
Eu oiço-te!!!!!

Não digas:
" ... Ninguém me ouve…
Ninguém me vê…
Na minha vida a solidão entrou
sem saber porquê..."

LINDO, MAS ...

Beijo Anjo Negro