Amigos...

Enquanto andamos pela estrada solitária da vida,

parece que a coisa mais dificil é encontrar um ou dois amigos.
Uma mão que nos ajude – alguém que nos entenda.
Que quando nós sentimos que nos perdemos ou estamos no caminho errado,
esse alguém vai lá estar para dizer "Eu mostro-te"...

9 Desabafos:

Espelho meu disse...

"Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali,
quietinho, ao lado...
Sem nada dizer...

Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, que desejamos uma presença amiga,a ouvir-nos paciente, a brincar com a gente, a fazer-nos sorrir...

Alguém que ria de nossas piadas sem graça...
Que ache nossas tristezas as maiores do mundo...
Que nos teça elogios sem fim...
E que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade
inquestionável...

Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado...
Alguém que nos possa dizer:

Acho que estás errado, mas estou do teu lado..."

(William Shakespeare)

Espelho meu disse...

Que bom ter a tua presença por entre as minhas linhas! :)

Realmente os Within são mesmo uma Temptation, e de todas as vezes que vieram cá, não os perdi...fantásticos!

E óbvio será dizer que o gosto do blog é recíproco... :)

Beijos*

Catarina Ferreira disse...

Ás vezes é no decorrer de um periodo de solidão que descobrimos quem está mais perto de nós. Por vezes aquela pessoa que pensamos que nunca está presente, que nunca nos liga ou que se afastou por algum motivo liga e diz: "Olá!"
Que palavra tão pequena nos satisfaz tanto em certas alturas da vida?
Eu recebi essa palavra de ti, nunca irei esquecer, por isso deixo-te aqui o meu "olá" para saberes que por mais longe que eu esteja, estarei sempre contigo tal como estiveste comigo.
Adoro te porque sei que não me abandonaste...e eu tambem nunca te abandonarei, porque és um amigo...um verdadeiro amigo. Contigo aprendi o verdadeiro significado dessa palavra.
És tao especial que não fazes ideia o quanto preenches o meu coração, a minha vida.
Se eu pudesse dividia essa tua dor comigo, sofria parte por ti, faria qualquer coisa para te ver feliz.
Conta comigo seja para o que for!
Um beijo

Espelho meu disse...

"I just have to know, while I still have time.
Do I have to run, or hide away from you?..."

Realmente esta frase dá que pensar...e se dizes passar por isso também, então estamos numa tramada sintonia! eheh :)

Mas sabes o que acho? Por mais receio que se tenha, acho que só ficando para ver é que temos a resposta...Esconder não resulta porque tudo o que temos de enfrentar será colocado à nossa frente mais cedo ou mais tarde...Que seja mais cedo para se "correr" para algo melhor, seja dentro ou fora de nós... :)

Lúcia Mateus disse...

Vim só te dizer que tens e terás sempre amigos. Quem não gostará de ter um amigo como tu?
Bjinho.
Lúcia Mateus

Luis Salvaterra disse...

Amigo Benza:
Caminharem contigo nessa estrada, estarei ao teu lado no que for preciso, derrubarei contigo qualquer obstáculo que encontrares, sou teu amigo!

Tania Cardoso disse...

Oi!
Não sei porquê tnho um fetiche pelo teu blog. Não me canso de o ler. Tens textos tão lindos e sentidos. Revelo-me em muitos deles. Escreves muito bem. Parabéns!
E sim, amigos são tão poucos.
Continua a escrever!
Bjos.

Silvia Semedo disse...

Até k enfim k me enviaram o link do teu blog :)
Primeiro vou dizer uma coisa sobre o teu blog:
Tirando a tristeza está um ESPECTÁCULO...lindo mesmo! Já sabia k escrevias, sempre o fizeste e ainda tenho akele postal de aniversário k me deste...foi o mais bonito k me ofereceram.
Em segundo lugar vou falar sobre esta mensagem; Amigos...
Eu sei k tenho andado fugida, sei k nao tenho ligado... mas sei k tenho um AMIGO k nunca esqueço.
Vou deixar aki uma história k se passou comigo para relatar o significado de AMIGO:
Tive uma fase da minha vida menos boa, fikei desempregada, perdi o namorado, fui enganada, andava mesmo desesperada. Só me ocorria ideias parvas, ideias de acabar comigo. Sentia-me completamente só e inutil. Num dia mais dificil, decidi levar essa ideia avante...acabar comigo e com aquela angustia k sentia e k me consumia cada dia mais. Decidida, tomei coragem e fiz essa loucura. Durante os momentos em k ganhava coragem e ia tomando um comprimido de cada vez enviei uma sms a todos os meus amigos com uma mensagem de despedida. Passados uns três minutos o telefone toca. Eu atendo e do outro lado oiço apenas uma pergunta:
-Onde estás?
Era uma voz k já não ouvia à algum tempo. Fiquei surpresa porque das pessoas para quem eu tinha enviado a sms era aquela k eu menos esperava receber resposta.
E eu respondi:
-Estou na praia de carcavelos.
A Voz:
-E o k já fizeste?
Eu:
-Ainda nada mas estou a fazer.
A Voz:
-Fazes-me um favor? Fazes uma pausa? Daqui a vinte minutos retomas, pode ser?
Eu:
-Para k? Vou levar até ao fim!
A Voz:
-Dás-me a oportunidade de falar contigo ainda neste mundo?
Eu:
-Não há nada k me possas dizer k me faça mudar de ideias.
A Voz:
-Ok, então não tens nada a perder. Dá-me uns minutos da tua presença em vida para eu me recordar...
Com a voz de choro que eu tinha e já com uns dois ou três comprimidos no "bucho" lá respondi com ironia:
-Então corre...pode ser k chegues a tempo para teres esses minutos...
Esperei...
Durante esse tempo de espera chorei sentada na areia da minha praia de eleição...fiz as minhas preces...e relembrei tudo o k consegui da minha vida.
Passado uns trinta e muitos minutos...senti passos atrás de mim...nem quis saber quem era, pouco me importava naquela altura...entretanto deixei de os ouvir e senti uma mão no meu ombro ao mesmo tempo que ouvi:
-Este lugar ao teu lado está vago?
Eu já sabia quem era. Esse alguém sentou-se ao meu lado , virou-me para ele e abraçou-me. Nunca um abraço me tinha sabido tão bem. Um simples gesto fez me chorar de uma forma tão pura...tão vindo de dentro k é impossivel de descrever, como se não fosse o meu corpo a chorar mas sim a minha alma.
Chorei durante largos minutos senão horas...sempre com aqueles braços à minha volta, aquele calor humano, aquele roçar de dedos nas minhas costas. Durante esses longos momentos nem uma palavra foi deferida...apenas os sons das ondas e do meu soluçar.
A unica pergunta que me fez foi de quantos comprimidos tinha tomado.
Foi um abraço que durou horas...
Adormeci envolta daquele calor, daquele abraço, daquele carinho...
Acordei com vozes alegres de crianças a brincar...sinceramente pensei k estava no céu "pensava que eram anjos...asério ;)"
Abri um olho para me inteirar de onde estava. Já era de dia...olhei e vi o mar...depois apercebi-me que tinha os braços de alguém à minha volta...assustada olhei de repente e...vi um AMIGO. Sim, aquele AMIGO k passou a noite a abracar-me, do meu lado, a segurar-me. Olhei para os olhos dele e disse "Obrigado..."...ao qual ele respondeu "Já comia alguma coisa...mas tens k ser tu a dar-me à boca...é que não sinto os meus braços!"
Depois daquela noite que podia ter sido trágica, acordar nos braços de um amigo, na praia que eu tanto adoro, num dia lindo de verão, com uma frase cheia de humor...foi a melhor coisa k já me aconteceu na vida a par com o nascimento da minha filha.
Foi uma noite de viragem para a minha vida e k aprendi o verdadeiro sentido da palavra amizade.
Hoje sou feliz, adoro a minha filha, adoro a minha vida, adoro os meus amigos.
Nunca mais pensei em fazer essas parvoices.
Aquela noite eu soube o k é ter um AMIGO.
Hoje escrevo num blog o k nunca contei a ninguém sobre essa noite...escrevo no blog dessa tal voz k me procurou, escrevo no blog desse abraço k me segurou a noite inteira, k me segurou à vida...escrevo no blog desse AMIGO k me devolveu a alegria de viver.
O k mais posso dizer sobre "Amigos..."O k mais posso dizer senão...OBRIGADO AMIGO BENZA.
És o meu Anjo da Guarda...és o meu AMIGO.
Bjos...adoro-te...mereces toda a felicidade do mundo, porque não existe ninguém igual a ti...és único.
Silvia Semedo.

Miguel disse...

Be yourself no mather what they said...