E é assim...

E é assim

Como a vida nos faz sofrer
A vida tão simples é boa
Quase sempre
E é assim
Os passos que dou pelas ruas
Quase que não reparo na lua
A vida sempre continua
Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de te olhar
Não sei parar
De te olhar
E é assim
Há quem acredite em milagres
Há quem cometa maldades
Há quem cometa erros
Há quem saiba dizer o que sente
E é assim
Uma dor que não aprendemos a lidar
A vida não nos ensina escolher os nossos amores
Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não vou parar de te olhar
E é assim…
Que vou vivendo a minha vida

É assim…

2 Desabafos:

Leonor Salgueiro disse...

Não sei por onde começar.
Paulinho:
Li e reli este teu blog e de uma ponta a outra, ou melhor, devorei-o!
Não começo a pessoa em questão mas gostava de a conhecer.
Gostava de ter uma conversa com ela de mulher para mulher.
Tenho 48 anos, dois casamentos desfeitos, 1 filha adoravel e alguns amigos.
Quando nos conhecemos (2002), através da Carla, pareceste-me um "miudo", sem bem disposto, sempre na brincadeira, sempre a libertar uma piada, mas nesse mesmo dia conversamos e logo mudei de opinião momentos depois.
Sabes, nunca esperei que uma pessoa tão nova e tão activa tivesse uma conversa tão sólida, tão aberta, tão proveitosa e tão adulta como tu tiveste comigo. Fiquei mesmo surpreendida sabes?
É estranho encontar uma pessoa como tu, mesmo que vivida, a falar correctamente de coisas da vida como tu falas. Sabes dar conselhos, sabes ouvir e principalmente sabes falar. Falas de uma maneira que nos chama à razão...falas para dentro dos nossos corações.
Passam várias pessoas pela nossa vida e que nos deixam marcas...marcas diversas...umas de alegria, umas de tristeza, outras de dor e outras de felicicidade. Mas existem outras ainda que passam pela nossa vida e não as vemos ou pelo menos não as vemos como deviamos. Pessoas essas de um grande valor, com os seus defeitos sim afinal não deixam de ser pessoas, mas que nós não nos apercebemos do que elas valem na nossa vida.
Pelos vistos houve alguém que te provocou a alegria de viver e que por uma "burrice" tua...uma pequena parvoiçe tirou-te do caminho dela...tenho pena, mas não ti, tenho pena dela. O perdão é das coisas mais belas que se pode ofereçer.
Tenho a certeza que tu o merecias, pois sei que tu de certeza que lhe fizeste muitas coisas de bem... conheço-te Paulinho... sei que sim.
Será que essa pessoa se tornou tão fria ao ponto de não ver as coisas de outra forma? Será que ela não é tão madura para ver que não faz sentido te tratar assim?...
Sabes o desejo que peço a Deus?
É que a minha filha encontre uma pessoa que a ame tanto como tu amas essa pessoa e que a Carla lhe dê o devido valor.
Não te vou "embaraçar" mais lol
Sabes que és um miudo de quem eu gosto muito... sei os teus pontos fortes e os pontos fracos.
Paulinho, tu és um ser muito especial. Protege-te, não te magoes com situações ou pessoas que não te dão o devido valor.
És como um filho para mim e mais que isso, és um amigo, tanto meu como da minha filha e por isso estimo-te muito.
Alguma coisa aqui estarei como tu sempre estás para nós...disponivel!
Um bem haja para ti Paulinho... que a felicidade vá ao teu encontro porque se há pessoa no mundo a quem eu desejo toda a felicidade que desejo para a minha filha...é a ti!
Beijinho da "Cota Leonor"!

Graça disse...

Maravilhoso amigo! De todos os teus poemas, este é seguramente aquele que mais amei.
Bj Graça